quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Post #45 e o créu


É tanta hipocrisia nessa brasila que me deixa muito puto! Eu moro em Vila Isabel, próximo ao Morro dos Macacos (aquele que derrubaram um helicóptero há um ano). Por conta disso já me vivi certas situações como tomar dura da policia ou estar no meio de tiroteios. Os bandidos de fato atiram aleatoriamente e se vc estiver no meio, foda-se pra sua mãe, pro seu pai e especialmente pra toda a sua família.


Todo mundo sabe o que tem acontecido, alias, o que sempre aconteceu no RJ e eu sou a favor sim, de matar bandido pq não merecem viver. Todo mundo sabe ou já ouviu falar de atrocidades que acontecem lá no morro. Um conhecido aqui do bairro, amigo de amigos, por ser parente de um traficante simplesmente foi incinerado dentro de um pneu...

MAS... Tem o outro lado da moeda... Essa violência toda é financiada por vc que se droga... E saiba que isso é uma doença. Acho que 78,25% das pessoas que eu conheço usam drogas e eu acho isso muito serio. A maioria da zona zul. Depois eu tenho que escutar piadinha de playboy dizendo que eu moro mal, sendo que eu só moro mal pq ele é um filho da puta que praticamente dá uma arma na mão dos bandidos...

E não venha me julgar dizendo “mas vá, tunai.. Você fuma e  bebe”. Mas eu pago muito imposto sobre meu vicio e até onde sei, ele só vai matar a mim, e não pessoas inocentes. Seu respeito termina quando começa o do outro...

Comparando o RJ a Star Wars...

Uma Nova Esperança: as UPP do Sergio Cabral

O Império contra-ataca: bandido de merda dando a loka e tacando fogo em ônibus pelo RJ

O Retorno de Jedi: a união de varias forças táticas e militares para invadir o complexo do alemão


MAS, existe outra trilogia que iniciou essa historia toda aí, fiquem ligadjenhos. Você pode cheirar coicaína, fumar crak ou maconha, dançar a Macarena, dar o cu ou até mesmo ouvir Restart. Só vc é responsável pela a sua vida. Só não esquece o efeito borboleta que pode surgir de um pequeno ato seu...

4 comentários:

Marcelo R. Rezende disse...

Adoro a vivacidade e a coerência.
Sabe que eu acho que virou vício, as pessoas gostam de violência, ou, se não gostam, acostumaram de tal forma que não se mexem, todas estagnadas.

É uma pena.

Beijo, belo!

pointlesswriting disse...

Eu não falo mal da ZN. Até porque, é provável que, em breve, eu me torne sua vizinha.
Anyway, sobre as frogas, eu concordo.
Lembro que fiquei meio mal da última vez q fiz uma parada dessas. Pensei: cara, não tenho mais idade pra esse tipo de inconsequencia, fazer as coisas assim, sem pensar no que está sendo feito.
Então é isso, concordo.

pedro henrique disse...

Oi, sei que não tem nada a ver com o post mas...
Eu te sigo a algum tempo no twitter (através de um amigo meu q sempre te dava rt) pq acho vc engraçado. Mas hoje eu tive a curiosidade de visitar seu blog (aqui) e no seu perfil vi q vc é carioca e estuda cinema. Eu sou mineiro e tô indo pro Rio esse ano pra cursar cinema e produção textual na Puc Rio. Tô escrevendo isso porque talves vc possa me ajudar em algo ai (abusado eu né). Meu twitter é @pedrohva. Obrigado...

fabiopl disse...

Concordo plenamente, pena que não posso compartilhar no facebook pq senão alguns amigos meus maconheiros vão dar chilique