terça-feira, 4 de março de 2008

Post # 1 6


Semana passada voltei a estudar, ainda meio enferrujado, sem disposição. Há tempos que não pegava de fato em um caderno. Ando desacostumado a isso, como também à muitas coisas. Indisposto a acordar as seis da manhã de um quarta-feira para assistir uma aula apenas. E ainda mais ter de encarar quem ministraria as aulas.

A disciplina é Direção de atores. Foi meio estranho ter aula com esse professor depois de alguns problemas durante a finalização do nosso filme de conclusão de curso. Porém me desarmei ao começar a viajar por seu conhecimento. A aula mexeu, não só pelo fato de buscar em si um meio de lidar com pessoas e construir um personagens, mas uma saudade dos palcos ressurgiu. A de me transformar, estudar e conceber uma outra pessoa. Brincar de fingir e defender esse alguém como a um amigo.

Entre tantos assuntos discutidos ele falou sobre a ansiedade como patologia psicológica e de como ela pode paralisar um pessoa. Mais um vez ali me vi como esse ser petrificado.
Preciso de um inspiração maior. Quero poder conseguir colocar no papel tudo o que eu quero falar. Criar todas as pessoas e monstros que eu possa criar.


Estou me devendo algumas, outro dia falei sobre isso com alguns amigos. Sou tão ansioso que nem mesmo tenho conseguido fazer umas das coisas que mais gosto de fazer: escrever.
Quem sabe eu consiga colher algo desse meus momentos de imprecisão. Não sei. E não saber das coisas sem medo de assumir é o que me faz continuar. Minha curiosidade consegue ser maior ou mais insistente que minha ansiedade.

2 comentários:

ZEUSROX disse...

Isso meu amigo!!!

torço pra q vc consiga sempre colocar em palavras, a beleza dos seus pensamentos!!!!

beijãooo cara

Jedi disse...

Merm~~ao, preguiça ´´e foda.
Meu maior mal.

Mas ´´e muito bom quando a gente consegue se mexer e explicar, expressar o que realmente quer.